MENU

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

O caso do piloto de voadeira assassinado por assaltantes no garimpo Jatobá, Itaituba

ediçao junior ass
pescador ademar morto bubure
Esses dois, Cristiano Aires Brandão e Valdir Junior   Brandão Lima, estão com prisão temporária decretada por envolvimento no roubo de mais de 01 quilo de ouro e assassinato do piloto de voadeira, Ademar Alves do Carmo, que teve a vida ceifada covardimente no dia 08 de janeiro de 2014, no garimpo Jatoba, no rio Tapajós, próximo ao KM 180.

≤≥ blog RPI

quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Barbosa diz que é uma tarde triste para o Supremo

stf_mensalao__6presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Joaquim Barbosa, criticou a absolvição dos condenados na Ação Penal 470, o julgamento do mensalão. “Esta é uma tarde triste para o Supremo Tribunal Federal, porque, com argumentos pífios,  foi reformada, foi jogada por terra, extirpada do mundo jurídico, uma decisão plenária sólida, extremamente bem fundamentada, que foi aquela tomada por este plenário no segundo semestre de 2012”, afirmou.

No início da tarde, por 6 votos a 5, o Supremo absolveu oito condenados por formação de quadrilha. De acordo com o entendimento da maioria, os réus ligados aos núcleos financeiro e político não formaram uma quadrilha para cometer crimes. Os votos pela absolvição foram proferidos pelos ministros Luís Roberto Barroso, Dias Toffoli, Ricardo Lewandowski, Cármen Lúcia e Rosa Weber. Pela condenação, votaram Luiz Fux, Gilmar Mendes, Marco Aurélio, Celso de Mello e Joaquim Barbosa.

Segundo o presidente do Tribunal, a atuação dos condenados em uma quadrilha ficou comprovada, porque a “estrutura delituosa estava em funcionamento” durante o período em que os crimes ocorreram. A estrutura, segundo ele, era operada pelas empresas do publicitário Marcos Valério e pelos condenados ligados ao PT, como o ex-ministro da Casa Civil José Dirceu e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares. “Como não dizer que toda essa trama não constitui quadrilha? Se não fosse a delação feita por um dos corrompidos [ex-deputado Roberto Jefferson] , muitos outros delitos continuariam a ser praticados”, disse.

Com a decisão da maioria dos ministros, as penas atuais ficam mantidas porque as condenações por formação de quadrilha não foram confirmadas. Os réus aguardavam o julgamento dos recursos. O ex-ministro da Casa Civil José Dirceu vai continuar com pena de sete anos e onze meses de prisão em regime semiaberto; o ex-deputado José Genoino, com quatro anos e oito meses, e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares, seis anos e oito meses.

O publicitário Marcos Valério foi condenado a 40 anos. Ramon Hollerbach e Cristiano Paz, ex-sócios dele, cumprem mais de 25 anos em regime fechado. Todos estão presos desde novembro do ano passado, devido às penas para as quais não cabem mais recursos, como peculato, corrupção, evasão de divisas.

A sessão de hoje foi iniciada com o voto do ministro Teori Zavascki, que também absolveu os oito réus. Com o voto do ministro, o placar a favor do provimento dos embargos ficou em 5 a 1. Zavascki argumentou que as penas no crime de quadrilha foi "exacerbada" e sem a devida fundamentação jurídica.

O placar favorável aos condenados foi formado com o voto da ministra Rosa Weber, que reafirmou a posição na definição das penas, em 2012. A ministra reiterou que as provas não demonstraram um vínculo associativo entre os condenados de forma estável, fato de caracteriza uma quadrilha. Segundo ela, é necessário que a união dos integrantes seja feita especificamente para a prática de crimes. “Continuo convencida de que não se configurou o crime de quadrilha”, disse a ministra.

Em seguida, Gilmar Mendes acompanhou Luiz Fux e defendeu a condenação dos acusados. Marco Aurélio acatou em parte os embargos. O ministro considerou que houve o crime de quadrilha, pois "houve permanência e estabilidade na prática, e houve acima de tudo entrosamento" na prática criminosa. Mas, em seu voto, ele discordou da dosimetria da pena dada aos condenados. O ministro votou pela diminuição da pena, conforme votou nos embargos de declaração.

Antes de finalizar o voto, Marco Aurélio fez críticas ao novo entendimento firmado pelo Tribunal. "A maioria está formada. O Supremo de ontem assentou a condenação, e o fez por 6 a 4, e o de hoje muda a lógica e, com a devida vênia, inverte este placar", disse.

Para o ministro, o resultado dos embargos, não levou em consideração as provas do julgamento. "O nosso pronunciamento se fez a partir da prova. E da prova, a meu ver, contundente, quanto à existência, não de uma simples coautoria, mas quanto à existência do crime previsto no artigo 288 do Código Penal."

Em seguida, Celso de Mello votou contra os embargos e salientou que a decisão do STF de condenar pelo crime foi "corretíssima". O ministro lembrou que o crime dispensa, "como diz a jurisprudência, o exame aprofundado do grau de participação de cada um". E que o vínculo da quadrilha ficou demonstrado por ter se projetado entre 2002 e 2005. "O reconhecimento desse cenário põe em evidência, de forma clara, a ofensa que esses condenados cometeram contra a paz pública", observou.

O Supremo Tribunal Federal (STF) retoma agora à tarde o julgamento para analisar os recursos de três condenados por lavagem de dinheiro, entre eles o ex-deputado João Paulo Cunha

Agência Brasil

Ex presidiário "maluquinho" foi assassinado a tiros no bairro Piracanã em Itaituba



Ezequiel Gonzaga Marques, de 21 anos de idade, foi assassinado a tiros na noite ontem. "Maluquinho", como era conhecido, tinha uma longa ficha de crimes. Em abril de 2012 ele assassinou Luis Alberto para roubar-lhe um celular, poucos dias depois de sair do presídio, onde cumpria pena por tentativa de homicídio. Morador do bairro Piracanã não dava sossego às pessoas de bem daquela área, que espera viver um pouco mais tranquila com a morte do assassino e agora assassinado "maluquinho". Esse é o fim de mais um que nasceu para ser inútil e pernicioso  a sociedade.
≤≥ blog RPI
fotos: divulgada pelo WhatsApp e arquivo de matéria de Mauro Torres

quarta-feira, 26 de fevereiro de 2014

A polícia não tem dúvida da culpa do advogado altair no triplo homicídio.

Diante das evidências levantadas até agora a polícia chegou a conclusão que o mandante do crime é mesmo Altair dos Santos. Pessoas que conversaram com o delegado Jardel Guimarães disseram que a polícia levantou que uma pessoa ouviu um diálogo de Dejaci com Altair via telefone. E que havia comprovação dessa ligação com a quebra do sigilo telefônico de Altair.
IMG-20140224-WA0007
Algumas pessoas acharam a imagem dessa foto diferente das filmagens, mas pessoas que conviveram com o acusado afirmam que realmente é ele. E quem percebeu que o acusado era Dejaci foram presidiários no presídio de Itaituba. E aí policiais foram avisados da identidade do criminoso.

≤≥ blog RPI

Quadrilha de assaltantes é presa em Santarém


Uma perigosa quadrilha de assaltantes foi desbaratada no início desta quarta-feira (26), em Santarém, no oeste do Pará, durante uma operação conjunta das polícias Civil e Militar. Os criminosos são suspeitos de envolvimento em diversos assaltos na cidade. A Justiça decretou a prisão dos acusados. Os mandados de prisão foram cumpridos pelos policiais da 16ª Seccional da Polícia Civil.

Os elementos presos foram Jonilson Marinho da Costa, 30 anos, morador do Mapiri; Gumercindo Júnior Costa dos Santos, 28 anos, o “Tchan”, residente no bairro da Liberdade; Erlisson Jorge Santos Marques, 32 anos, vulgo “Jorginho”, que mora no Jardim Santarém; Darlan Rodrigues Soares, 26 anos, também morador do Jardim Santarém; Marcos Fabrício Costa da Silva, com residência no Santíssimo; e Fabrício Mendes de Moraes, 20 anos, vulgo “Babinha”, morador do Aeroporto Velho.

Segundo as investigações da polícia, “Babinha” é apontado com o líder do bando de assaltantes. Ele também é acusado de participar do assalto que resultou na morte do trabalhador Raimundo Carmo, no final da semana passada, no bairro Jardim Santarém. A vítima reagiu a assalto e foi morta a tiros.
    

terça-feira, 25 de fevereiro de 2014

Reservado da PM de Itaituba é atacado por homens armados no centro da cidade


26/02/14
O comando da polícia militar em Itaituba informou que ainda não foi realizada nenhuma prisão referente aos homens que entraram em confronto com reservado da Pm. Que tudo não de informações falsas, fato comum nesses últimos dias na cidade. O comandante do CPR está acompanhando as operações na região de Pedra Branca onde eles foram vistos  e compraram álcool e algodão, confirmando que tem algum ferido, provavelmente dois, pois havia sangue nos bancos da frente e traseiro do veículo apreendido.
Atualizado 25/02/14
Três dos homens que entraram, ontem por volta 18h00, em confronto com policiais do Reservado da PM foram presos na comunidade de Pedra Branca hoje à tarde.
 
int sangtrasveic
 
O reservado da PM estava buscando informações sobre o assassino da advogada Leda quando se deparou com a situação inusitada.

Dois homens que estavam a pé na beira do cais se dirigiram aos militares à paisana, pois desconfiaram da presença deles, os surpreendendo dizendo ser policiais. Fizeram a abordagem de dois integrantes do serviço reservado, os rendendo e  roubando suas armas, depois retornaram ao veiculo de onde haviam saído. Logo em seguida entraram em confronto com o restante da equipe de policiais que estavam em apoio, havendo uma intensa troca de tiros, onde um militar foi alvejado no braço. E provavelmente dois integrantes do grupo tenham sido baleados.
Esse confronto aconteceu logo que os policiais ficaram em segurança. Outros integrantes do serviço 
reservado começaram uma troca de tiros com os suspeitos. Um policial saiu com um ferimento no braço e foi conduzido para o HMI juntamente com o atingido com uma coronhada na cabeça. Os bandidos trocaram de carro porque tiveram um pneu furado na toca de tiros. Eles roubaram um outro carro e seguiram pela estrada de Barreiras até um ponto cinco quilômetros antes de onde a estrada está interrompida, onde abandonaram o carro e seguiram a pé.
A PM continua as buscas ao grupo de 04 homens que estariam fortemente armados. Ainda não se sabe o que eles estavam planejando, mas coisa boa não era.
≤≥ blog RPI

Polícia Civil anuncia identificação de suspeito de triplo homicídio em Itaituba

IMG-20140224-WA0007O suspeito é Dejaci Ferreira de Souza que teria sido reconhecido pelos comerciantes mantiveram contato com o homem que comprou a faca e o boné poucos minutos antes da prática do brutal assassinato da advogas, da filha e da funcionária.
 
≤≥ blog RPI

segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014

A dinâmica provável do triplo homicídio de Itaituba. Crime coninua em suspense

Atualizado 25/02
Foi decretada a prisão temporária do ex marido de Leda, o advogado Altair, suspeito de encomendar a morte da ex mulher. A polícia já cumpriu o mandado e ouve o acusado. Ainda não está definido onde ficará o preso.

O triplo homicídio, da advogada Leda Marta Lucyk dos Santos, procuradora do município de Itaituba, da  filha Hannah Estela Santos, de apenas 10 anos e a empregada Helen Taynara Siqueira, que foram encontradas mortas dentro da loja belíssima, pertencente a advogada, tá mexendo com o imaginário popular e exigindo muito trabalho das polícias civil e militar.
familia e emprg
O crime: Por das 20h30 de sexta feira 21 de fevereiro os três corpos foram encontrados trancados dentro da loja. De imediato se suspeitou que o ex marido tivesse praticado o crime e chegou a ficar detido no quartel do 15º, mas as imagens de uma loja ao lado mostra um outro entrar na loja e depois que saiu não entrou mais ninguém na loja. Levantou-se que o homem da imagem pudesse ser um ex namorado de Helen, a funcionária, e o serviço reservado da PM o encontrou e conduziu à delegacia e foi feito uma comparação com as imagens e a polícia concluiu que a fisionomia era de outra pessoa. E um fato está levando polícia a acreditar que o homem não foi na loja matar a empregada, pois quando ele entrou a empregada não estava e possivelmente quando ela chegou a advogada e a garotinha já estivessem mortas, depois demorou em torno de vinte minutos desde que o homem entrou e a chegada da funcionária. Pessoas que viram a cena relataram acreditar que Helen não percebeu que algo de errado tinha acontecido e sentou numa cadeira, sendo atingida pelas costas e arrastada para outro local para evitar que alguém percebesse o crime enquanto ele ainda estava às proximidades.
As suspeitas continuam sobre o envolvimento do ex marido que, segundo populares, já teria feito ameaças de morte a família. Mas nenhuma hipótese deve ser descartada, embora nada tenha sido levado de valor, nem mesmo uma tentativa de roubo se torna impossível nesse momento ou um cliente ou parte contrária em uma disputa judicial.
≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba

domingo, 23 de fevereiro de 2014

Caso triplo Homicídio em Itaituba: Polícia encontra faca e boné usados pelo assassino

No local do assassinato o homicida deixou o boné que foi recolhido pela perícia, a faca foi encontrada por volta do meio dia na esquina do escritório da rede Celpa em uma lixeira.
Um crime que chocou toda a sociedade e provoca muitas especulações. Até o momento não está esclarecido o motivo do crime. Há especulações que um ex presidiário tem características semelhantes ao visto nas imagens do circuito de um loja repassada à polícia e teria tido um romance com a jovem Helen Taynara Siqueira.
 
 
As polícias estão trabalhando para encontrar o assassino o mais rápido possível e necessita da ajuda das pessoas. Se esse elemento for aqui de Itaituba, com a divulgação dessa imagem e se ele já havia usado essa roupa aqui na cidade alguém deve reconhece-lo. Um elemento inominável que oferece risco a sociedade e precisa pagar pelos crimes que cometeu.
 
 
A faca foi encontrada próximo ao escritório da Rede Celpa e recolhida pelo Centro de Perícias Renato Chaves de Itaituba.




≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba

Professor Altair é suspeito de envolvimento na morte da mulher, da filha e da empregada

Por volta das 20h30 de ontem veio ao conhecimento da população de Itaituba um fato que chocou toda a sociedade. A advogada Leda Marta Lucyk dos Santos, procuradora do município de Itaituba, a filha, Hannah Santos, de apenas 10 anos e a empregada Taynara Siqueira, foram encontradas mortas. De imediato veio a suspeita sobre o ex marido, o professor Altair Santos, que não aceitou a separação e vinha ameaçando a ex. Segundo relato de pessoas próximas ela teria procurado ajuda da delegada da mulher, mas Altair sabendo que ela estava na delegacia se deslocou até lá e convenceu a delegada que não tinha intensão de cometer algum crime contra a vítima. A notícia da tragédia rapidamente se espalhou pela cidade através das redes sociais e uma grande aglomeração se fez em frente o local onde aconteceu o triplo homicídio, onde  além da mãe e da filha a empregada teve a vida ceifada brutamente. As três foram esfaqueadas sem chance de defesa. Na sexta feira Altair deu aula normalmente na faculdade do Tapajós e não parecia que poderia no dia seguinte está apontado como suspeito de algo tão grave.
Por causa da repercussão o professor foi levado para o batalhão da Polícia Militar, onde passou a noite, mas está em liberdade, pois não havia
flagrante. Agora depende da Polícia Civil consegui provas e pedir sua prisão à justiça ou isenta-lo de culpa no triplo homicídio.
Ele negou ter cometido o crime, mas até o momento é suspeito de envolvimento nas mortes, se não praticando a ação, mas como mandante.
Diante desse fato lamentável se via amigos de Altair e de Leda perplexos sem intender o que poderia levar um homem, como ele mesmo diz, privilegiado, cometer uma barbárie dessas?   
Informações estão rolando pelas redes sociais de que uma gravação teria flagrado o suspeito entrar sair da loja. E que não seria Altair, o que não muda as suspeitas, até o momento, em função do histórico entre vítima e suspeito. Inclusive uma nova linha de investigação foi aberta, pois o suspeito não aparece nas
imagens, então levanta-se a hipótese de crime por encomenda.



As investigações da polícia civil devem mostrar se Altair é culpado nas próximas horas. Vamos aguardar o desfecho de mais uma história triste que abala Itaituba.

Uma equipe especializada de Santarém vai reforçar as investigações, pois o caso é de grande repercussão é exige uma resposta rápida e eficiente à nossa sociedade

sábado, 22 de fevereiro de 2014

Foragido de santarém é capturado pela PM em Itaituba

Darlison da Silva Carvalho, 23 anos de idade, foi preso hoje por determinação de prisão preventiva por prática de assalto emanada pelo juiz João Ronaldo Correa Mártires da 6ª vara da comarca de Santarém. Informações dão conta que Darlison efetuava assaltos naquela cidade e fugiu para Itaituba ao ser decretada sua prisão. A prisão foi feita pela guarnição do sargento Façanha, cabo Garcia e soldado Veríssimo com suporte do serviço reservado que fez o levantamento do local onde ele estava escondido. 
≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba

Operação da polícia mata 9 bandidos em MG

Willian Kury, da Rádio Bandeirantes noticias@band.com.br
Uma operação conjunta das polícias de São Paulo e Minas Gerais contra uma quadrilha especializada em roubar caixas-eletrônicos terminou com nove bandidos mortos, três baleados e dois presos em Itamonte, Minas Gerais. Os criminosos já estavam sendo investigados pela polícia e foram surpreendidos nesta madrugada.

O delegado João Eusébio, chefe do Departamento de Polícia de Pouso Alegre, afirma que os ladrões, que portavam fuzis e metralhadores, chegaram na cidade agindo com extrema violência na tentativa de roubar uma agência na cidade do sul mineiro. A polícia diz que a quadrilha agia em vários estados, principalmente em São Paulo e no Sul de Minas Gerais.

No sábado passado, cerca de 30 homens explodiram, em 25 minutos, quatro agências bancárias em Piracaia, no interior paulista, perto da divisa com o sul mineiro. Na ação, que ocorreu de madrugada, enquanto os criminosos invadiam os bancos, parte do bando bloqueou a entrada da cidade e outros integrantes atacaram uma base da Polícia Militar.

Dois moradores acabaram baleados; um deles é um jovem de 17 anos que levou um tiro na cabeça. Segundo o delegado João Eusébio, o restante da quadrilha que não foi preso já está sendo procurado.


Uma operação conjunta das polícias de São Paulo e Minas Gerais contra uma quadrilha especializada em roubar caixas-eletrônicos terminou com nove bandidos mortos, três baleados e dois presos em Itamonte, Minas Gerais. Os criminosos já estavam sendo investigados pela polícia e foram surpreendidos nesta madrugada.

O delegado João Eusébio, chefe do Departamento de Polícia de Pouso Alegre, afirma que os ladrões, que portavam fuzis e metralhadores, chegaram na cidade agindo com extrema violência na tentativa de roubar uma agência na cidade do sul mineiro. A polícia diz que a quadrilha agia em vários estados, principalmente em São Paulo e no Sul de Minas Gerais.

No sábado passado, cerca de 30 homens explodiram, em 25 minutos, quatro agências bancárias em Piracaia, no interior paulista, perto da divisa com o sul mineiro. Na ação, que ocorreu de madrugada, enquanto os criminosos invadiam os bancos, parte do bando bloqueou a entrada da cidade e outros integrantes atacaram uma base da Polícia Militar.

Dois moradores acabaram baleados; um deles é um jovem de 17 anos que levou um tiro na cabeça. Segundo o delegado João Eusébio, o restante da quadrilha que não foi preso já está sendo procurado.
Uma operação conjunta das polícias de São Paulo e Minas Gerais contra uma quadrilha especializada em roubar caixas-eletrônicos terminou com nove bandidos mortos, três baleados e dois presos em Itamonte, Minas Gerais. Os criminosos já estavam sendo investigados pela polícia e foram surpreendidos nesta madrugada.

O delegado João Eusébio, chefe do Departamento de Polícia de Pouso Alegre, afirma que os ladrões, que portavam fuzis e metralhadores, chegaram na cidade agindo com extrema violência na tentativa de roubar uma agência na cidade do sul mineiro. A polícia diz que a quadrilha agia em vários estados, principalmente em São Paulo e no Sul de Minas Gerais.

No sábado passado, cerca de 30 homens explodiram, em 25 minutos, quatro agências bancárias em Piracaia, no interior paulista, perto da divisa com o sul mineiro. Na ação, que ocorreu de madrugada, enquanto os criminosos invadiam os bancos, parte do bando bloqueou a entrada da cidade e outros integrantes atacaram uma base da Polícia Militar.

Dois moradores acabaram baleados; um deles é um jovem de 17 anos que levou um tiro na cabeça. Segundo o delegado João Eusébio, o restante da quadrilha que não foi preso já está sendo procurado.
 

Policiais Militares do DPM de Moraes Almeida prenderam três pessoas suspeitas de assalto


Vldemir, Lailiane e Nedson
Três pessoas foram presas acusadas de cometerem assaltos em Moraes Almeida, distrito de Itaituba. Nedson Oliveira de Sousa, 18 anos, Lailiane Araújo dos Santos, 19  e Valdemir Oliveira da Silva, 24 anos. Segundo o sargento Coelho todos foram pegos em um quarto de hotel quando estavam conferindo o dinheiro produto de roubo. No momento está sendo feita a apresentação na delegacia de Itaituba. A prisão foi efetuada por Policiais Militares do distrito de Moraes Almeida. Os acusados são suspeitos de praticarem três assaltos em dois dias naquele distrito.
 





Os assaltos

Ontem no Período da tarde entraram em uma Veterinária e em um banco postal. Depois invadiram uma casa de material de construção, onde ocorreu uma luta corporal com uns dos funcionários que desarmou um dos  assaltantes, mas ele conseguiu fugir.

Os três foram presos no Hotel Nicolas à noite onde estavam contando o dinheiro dos assaltos. O de Camisa Azul Regata realizava os Assaltos, o de camisa preta ajudava nas fugas com sua moto CG 125 e  a mulher dava apoio.

≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba




sexta-feira, 21 de fevereiro de 2014

PM prende suspeitos de promover operação tartaruga no DF

Polícia Militar expediu 12 mandados de prisão dos militares suspeitos de incentivar a operação tartaruga, destinada a obter aumento de salário. Eles foram acusados de fazer incitação ao crime e à desobediência e de publicar mensagens indevidas. De acordo com o corregedor-geral da PM, Civaldo Florêncio, os militares divulgaram postagens em redes sociais e espalharam e-mails sobre a operação tartaruga. Ele considerou a divulgação inaceitável e disse que as pessoas envolvidas serão responsabilizadas.
“Ao cidadão brasileiro, a postagem é lícita. Mas existe uma legislação específica que rege os policiais militares. Quando eu faço algum tipo de postagem em que eu ofendo a moral, em que eu incito ao crime, faço uma publicação indevida, há que se responsabilizar porque os nossos códigos requerem a responsabilização através da pena”, afirmou.
Segundo a Corregedoria da Polícia Militar, uma ferramenta de tecnologia adquirida em dezembro do ano passado permite que as mensagens postadas na internet, no rádio, ou por torpedo sejam identificadas.
Civaldo Florêncio afirma que a PM pediu auxílio de um órgão que atua fora da corporação, possibilitando o reconhecimento dos militares. “A partir de agora, nós temos a ferramenta, e temos condição de identificar as pessoas que fizerem a postagem”, acrescentou.
Os crimes praticados pelos militares são citados no Código Disciplinar. A previsão é que eles fiquem presos preventivamente por 30 dias, período que pode ser estendido até o fim do processo. Os acusados terão direito a ampla defesa. As penas variam de advertência à expulsão e até dois anos de prisão.
Na última terça-feira (18) o governador Agnelo Queiroz assinou reajuste no auxílio-alimentação e no auxílio-moradia para policiais militares e bombeiros. O acordo entre o comando da Polícia Militar não agradou à Associação dos Praças Policiais e Bombeiros Militares do Distrito Federal.
Para demonstrar insatisfação, a entidade fez um protesto na Esplanada dos Ministérios nessa quinta-feira (19) para pedir reestruturação da carreira e isonomia salarial com outras categorias da segurança pública.
Agência Brasil

quarta-feira, 19 de fevereiro de 2014

Polícia Civil prende acusados de envolvimento no assassinato do açougueiro Edivaldo

19/02/14
 Francisco Ferreira e Antônio Eassuane
Na tarde de ontem, por das 19:00, uma equipe da Polícia Civil, chefiada pelo delegado José Dias Bezerra, prendeu o dono da distribuidora Sorriso conhecido por Karim, Antônio Essuane Jarrus, acusado de ser o mandante e Francisco Ferreira dos Santos, acusado de contatar as pessoas para executar o crime.


Motivação: Informações são de que Edivaldo foi morto por engano, outra pessoa que estava no açougue da vítima era o alvo. Que o assassino não conhecia Edivaldo, e recebeu a informação que o alvo estava dentro do açougue, mas quando foi executar o crime a outra pessoa tinha saído e acabaram confundindo com Edivaldo. Antônio teria mandado matar por causa de uma namorada que teria um envolvimento com um outro homem e teria feito desvio da empresa em conluio com ele. E ainda que o homem que seria morto, Marcelo, tem um açougue ao lado do estabelecimento de Edivaldo.
foto: Blog do Junior Ribeiro

Açougueiro Edivaldo é morto a tiros em Itaituba


28/11/2013
Edivaldo Alves de Souza, de 32 anos, irmão do Antônio Kaiser de Sousa, do SINE , foi morto com cinco tiros no seu local de trabalho, por elementos que estavam em uma moto. Antes de ir embora o assassino jogou uma carta sobre o corpo que dizia "nunca mais vai se meter com mulher de ninguém". Até o momento, ainda, não foi divulgado informação sobre possíveis suspeitos, mas essa carta poderá levar ao assassino e ao elemento que pilotava a moto que eles andavam. O crime ocorreu na 23ª com a são José, no açougue da vítima.
Vivemos tempos de total falta de respeito ao ser humano. Não se teme mais nem a justiça do homem nem a justiça divina e sem esses pilares da vida em comunidade o homem é incontrolável e pratica esse tipo de barbárie. Tira vida de outro semelhante por nada que possa justificar.

A família não acredita que a carta retrate o real motivo da morte de Edivaldo. Que ele não tinha envolvimento com outra mulher e ainda que era uma pessoa tranquila, que vivia para a família.
≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2014

Menor monstro confessa estupro e assassinato da pequena Camila e envolve padrasto

18/02/14 19:00
Por volta das da 18:00 seguiu para o Centro sócio Educativo do Baixo Amazona em Santarém uma viatura da PM conduzindo o menor monstro que teve a internação determinada pela juíza Karla Cristiane Sampaio Nunes da vara da infância e Juventude de Itaituba
 
Um dos policiais que desvendaram e efetuaram a prisão do menor disse ao blog que não acredita no envolvimento do padrasto com a morte da garota, embora tenha achado ele muito frio diante do caso. E que o menor  tinha conhecimento das afirmações do padrasto de que tinha ido ao banheiro enquanto ele estava praticando o ato criminoso e deve ter inventado quando disse que o padrasto o tinha visto antes de sair da casa para ir ao banheiro. O blog até ontem não sabia que o menor conhecia o que o padrasto tinha falado e isso é importante, pois ele tinha elementos para criar uma estória fantasiosa e complicar a situação do padrasto. Mas é preciso investigar as declarações do menor e do padrasto. Segundo pessoas que acompanharam quando o menor foi colocado à vista do padrasto, ele se apressou em dizer que não era aquele o autor do crime.
O fato de ser comum casos de abusos sexual de crianças praticado por pessoas que convivem na mesma residência  já era por si só desfavorável a Raimundo. Se não fosse o Serviço Reservado ter encontrado o menor rapidamente certamente o padrasto não teria nenhuma chance de se livrar da suspeita. E agora, novamente, pode se livrar de ser indiciado por omissão por causa das informações repassadas aos delegados pelo serviço reservado que deixam dúvidas sobre a veracidade das afirmações do menor.
    
                                17/02/2014 
O menor monstro de iniciais E.S.S de 14 anos de idade, que matou e estuprou Camila, de oito anos dentro de casa enquanto dormia, foi preso na comunidade Pantanal, a 60 Km de Itaituba, lugar de difícil acesso. E chamou a atenção dos policias militares a frieza com que confessou o brutal crime. A Polícia Militar através do serviço reservado trabalhou incansavelmente desde a madrugada de ontem e por volta das 23 horas pegou o monstro. A morte da garotinha Camila aconteceu por volta das três horas da madrugada de ontem, 16/02/14
É revoltante o que se ouviu do menor com relação ao padrasto. O menor monstro disse que o padrasto foi até o quarto observou ele praticando violência e não fez nada, pelo contrário, foi ao quintal, demorou alguns minutos e ao retornar continuou olhando e só depois que o menor terminou e foi embora é que ele deu o alarme.
                                                      
 
18/02
*Informado que o menor já tinha conhecimento do que tinha falado o padrasto é possível que tudo tenha passado despercebido por ele que estava dormindo e acordara para ir ao banheiro e talvez tenha olhado sem ter atenção necessária para ver que alguém estava no quarto da menina e até que não tenha entendido a gravidade do que ali estava ocorrendo.

17/02
Ressalto que tudo é fruto de depoimento do menor, mas são muitas as contradições dele, Raimundo Nonato dos Santos.
Falta saber se existia alguma motivação  para o padrasto tentar dificultar que se chegasse ao assassino e de não ter a socorrido. E se ele andou com a polícia fingindo que não sabia a identidade do menor monstro durante horas. A mãe de Camila, Regina Célia Aquino de Souza,  além de perder a filha, pode ter colocado em sua casa alguém que de certa forma contribuiu para o resultado.

*O policial que desvendou quem era o autor do crime defende que o padrasto é inocente. Ele que esteve à frente das investigações conversou com o menor ainda onde foi encontrado e o menor não falou nada sobre o padrasto e chegou a negar inicialmente ser o autor do crime,  somente com  as evidências assumiu e contou detalhadamente como praticou tudo



≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Estupro e assassinato de uma garota de 08 anos em Itaituba

Um crime hediondo aconteceu na madrugada de hoje. Uma menina de 08
anos de idade, Camila Sousa da Silva foi estuprada e morta no bairro Maria Madalena por volta das 03:00 da madrugada. O padrasto da garota disse à polícia que ainda chegou a ver o homem que praticou o crime mas que não o reconheceu. Segundo informações iniciais Raimundo teria dito que a pessoa que praticou o estupro e assassinato teria conseguido abrir a janela do quarto da garota cortando as peças que seguravam a trava. O corpo da criança foi levado ao IMl para passar por exames. A mãe da garota disse que estava no quarto com o marido quando ouviram barulho vindo do quarto da garotinha e correram para socorre-la. E que o padrasto da criança ainda conseguiu ver quando o monstro correu ao pular a janela.
O velório ocorre em frente ao forro na beira e o enterro está marcado para as 09 horas de amanhã.

Fato que incomodou as muitas pessoas presentes ao velório era o som incômodo desse clube que dificultava que as pessoas pudessem conversar, mesmo estando a quase 100 metros de distância, evidenciando que o clube não obedece nem de longe a lei de tratamento acústico. Além da falta de bom censo do proprietário diante de um fato tão chocante como ocorrido com essa família e com a sociedade itaitubense. Com relação às investigações, o padrasto deve passar por exames para eliminar qualquer dúvida sobre ele, pois apesar da segunda garota, de 04 anos, que presenciou o fato ter dado informações que levam a acreditar que outro homem entrou no quarto, o fato de não ser encontrado rastro no local onde teria pisado o criminoso intriga a todos. Enquanto isso não acontece a polícia tenta descobrir se um homem visto nas redondezas pode ser o autor do crime.
≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba

sábado, 15 de fevereiro de 2014

Polícia Militar prende duas suspeitas de tráfico de entorpecente em Itaituba

Na noite de ontem , por volta das 22 horas, uma guarnição da PM flagrou duas mulheres em situação suspeita e as conduziu até o batalhão, onde foi realizada uma revista nas duas. Foram encontradas 07 "petecas" de produto que se presume ser crack. O produto estava com Delys, mas as duas podem estar praticando o comercio de entorpecente, pois estavam em um ponto conhecido como cracolândia na Trav João Pessoa.  
Delys Regina da Cruz Ferreira                                   Camila Munduruku de Sousa 
 
produto encontrado com as suspeitas
 
≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba

sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

A luta de Carlos Nascimento contra o câncer

Da Folha
Moacyr Lopes Junior-23.jan.12/Folhapress
Apesar de seu contrato ter sido renovado, não há nenhuma previsão para a volta de Carlos Nascimento ao comando de telejornais do SBT. Isso porque a batalha do jornalista contra um câncer intestinal está sendo bem mais dura do que ele e os médicos esperavam (e queriam). Nascimento terá de se submeter em breve a uma cirurgia, mas antes disso os médicos decidiram esticar o tratamento quimioterápico. Toda a nossa torcida por Carlos.










≤ ≥ RPI

quinta-feira, 13 de fevereiro de 2014

Contra calor, policiais do Rio Grande do Sul testam bermudas e sandálias

Medida não é inédita: fardamento mais leve já foi usado em 1990 e é comum entre policiais de cidades litorâneas
Do Estadão
Porto Alegre - O calor deste verão pode mudar até o uniforme dos policiais militares do Rio Grande do Sul. Desde a metade de janeiro, um grupo de 25 soldados da Brigada Militar faz o policiamento do centro de Porto Alegre vestindo bermudas e calçando sandálias. O major Francisco Vieira, subcomandante do 9.º Batalhão de Polícia Militar, explica que trata-se de um teste. "Vamos verificar se a população e os policiais recebem bem a inovação", revela. Se o novo fardamento for aprovado, pode ser adotado rotineiramente, a partir do próximo verão, em zonas centrais das principais cidades, parques e balneários.

 

≤ ≥ RPI

 

quarta-feira, 12 de fevereiro de 2014

Grupo suspeito é encontrado em uma chácara às margens do Piracanã

11/02 - Na tentativa se antecipar às práticas delituosas por elementos conhecidos, a Polícia Militar através do serviço reservado vem fazendo um acompanhamento da movimentação de alguns elementos. Ontem em uma incursão às margens do rio Piracanã foram encontrados quatro "conhecidos" em atitude suspeita. No local foi encontrado plástico picotado semelhante ao usado para embalar droga, mas nenhum entorpecente foi encontrado. Entre os integrantes do grupo estavam Welinton, irmão do presidiário Hudson, que está no presídio local, Bruno e Jardelzinho, todos suspeitos de envolvimento com o crime na cidade.

 
 ≤ ≥ RPI

Justiça do Espírito Santo nega pedido de 'concordata' da Telexfree

Do UOL, em São Paulo
A Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça do Espírito Santo (TJES) negou, por unanimidade, o pedido de recuperação judicial à Telexfree (Ympactus Comercial S/A). A decisão foi tomada nesta terça-feira (11), e o julgamento foi acompanhado por vários clientes da empresa, que lotaram a sala de sessões do primeiro andar do tribunal.
A recuperação judicial, antiga concordata, é uma opção para empresas que estão em crise financeira, mas acreditam ter chances de sobreviver.
Procurado pelo UOL, o advogado da empresa não se pronunciou sobre a decisão até o momento da publicação desta reportagem.
A concessão já havia sido negada em primeiro grau pelo juiz titular da Vara de Recuperação Judicial e Falência de Vitória.
A Telexfree, que vende planos de minutos de telefonia pela internet, foi proibida de operar no final de junho por acusação de praticar pirâmide financeira. A operação do negócio está bloqueada, por tempo indeterminado, a pedido do Ministério Público do Acre (MP-AC).

Justiça exige dois anos de atividades para aceitar pedido

Em seu voto, o relator do processo no TJES, desembargador substituto Lyrio Regis de Souza Lyrio, afirmou que uma empresa só pode entrar com pedido de recuperação judicial desde que exerça regularmente suas atividades há mais de dois anos.
"Registra-se que o pedido de recuperação judicial se fundamenta no exercício desta segunda atividade, que teve início em 03.07.2013, portanto, há menos de dois anos do ajuizamento do pedido. (...) A exigência legal não é satisfeita com o simples registro das atividades há mais de dois anos; é imprescindível que tais atividades sejam efetivamente exercidas por igual período", afirmou.
O juiz e o Ministério Público Estadual consideraram que o pedido de recuperação judicial deve ser contado a partir do exercício regular da atividade empresarial.
A defesa da Telexfree defende que os dois anos devem ser contados da data de inscrição da sociedade na junta comercial.

Pirâmide financeira causa prejuízo quando não há novos integrantes

Atuando no Brasil desde março de 2012, a Telexfree vende planos de minutos de telefonia de voz pela internet. Porém, segundo a acusação da Justiça, isso seria apenas uma fachada.
A empresa é investigada por indícios de formação de pirâmide financeira, modalidade considerada ilegal porque só é vantajosa enquanto atrai novos investidores.
Assim que os aplicadores param de entrar, o esquema não tem como cobrir os retornos prometidos e entra em colapso. Nesse tipo de golpe, são comuns as promessas de retorno expressivo em pouco tempo.
Em notas anteriores, a empresa disse que está se defendendo de forma vigorosa das acusações e que tem apresentado sua defesa juntando aos processos todos os documentos necessários, de modo que comprove a regularidade e a viabilidade econômica de suas atividades.
≤ ≥ RPI

Advogado de suspeitos diz que jovens são pagos para participar de protestos

Da Folha
Daniel Marenco/Folhapress  
O advogado Jonas Tadeu, que defende Caio Silva de Souza, disse que o seu cliente e outros jovens recebem dinheiro para promover "quebra-quebra" durante as manifestações.
"Então, ele [Caio Souza] foi aliciado a participar de manifestações e, para cada manifestação que ele participava, com o intuito de 'vamos fazer um quebra-quebra', você ganha R$ 150", afirmou o advogado em entrevista à Globo News.
Caio Souza foi preso na madrugada de hoje na Bahia. Em entrevista também à Globo News, ele admitiu ter acendido o rojão que matou o cinegrafista Santiago Andrade, da TV Band. À polícia, porém, ele disse que só iria falar em juízo.
O advogado enfatizou que o rapaz preso vive numa "situação miserável, não no sentido de ser um monstro, um criminoso, mas no sentido de sua situação financeira, no sentido da pobreza extrema em que ele vive."
Nunes não citou nomes de quem teria aliciado Caio ou outros jovens, mas disse que há políticos envolvidos no esquema para promover "quebra-quebra". Ainda segundo o advogado, os rojões, máscaras e o dinheiro são entregues por quem alicia esses jovens.
"O dinheiro era pago por um ativista, que eles não deram o nome. Mas esse ativista tem envolvimento com político, com diretórios regionais de partidos, de vereadores, deputados estaduais e senadores", afirmou o advogado à Folha, por telefone.
Ainda de acordo com o advogado, o rojão que atingiu o cinegrafista Santiago Andrade foi aceso pelos dois jovens –tanto por Fábio Raposo, conhecido como Fox, como por Caio Souza. Ele disse ainda que a dupla se conhecia apenas por apelidos em manifestações.
"Os dois acenderam juntos o rojão: um segurou, o outro acendeu e o outro [Caio] colocou no chão", afirmou.
Nunes disse ainda que tanto Souza como Raposo conhecem a ativista Elisa de Quadros, conhecida como Sininho, 28. Ele, no entanto, não confirmou se a jovem teria informações sobre a negociação de ativistas com políticos. A reportagem tentou contato com Elisa Quadros, mas não conseguiu localizá-la.
Segundo o advogado, Souza e o tatuador Fábio Raposo, que também está preso por participação no caso, "tiveram a liberdade tomada por quem fomenta o terrorismo social". Preso na madrugada, Souza já foi encaminhado para uma penitenciária no Rio. Segundo a polícia, ele pretendia fugir para o Ceará onde ficaria na casa do avô.
Tadeu afirmou que desconhece o nome de quem é responsável por aliciar os jovens e que seus clientes sabem apenas os apelidos deles. Ele também negou que Souza e Raposo sejam adeptos à tática Black Bloc.
Ainda segundo o advogado, Souza e Raposo não têm condições financeiras de pagar um advogado, mas optou em ajudá-los porque já conhecia Raposo.
Souza admitiu, em entrevista à Rede Globo, que acendeu o rojão que atingiu o cinegrafista no protesto realizado na quinta-feira (6) no centro do Rio. Ele afirmou, no entanto, que não tinha a intenção de atingir ninguém e que pensou que o artefato era um "cabeção de nego" [um artefato que funciona como uma bomba e que não é projetado com um rojão].
   ≤ ≥ RPI

Segundo a presidente Dilma a concessão do trecho da rodovia BR-163 entre Sinop e o porto de Miritituba será feita ainda em 2014

Brasil vai ter a infraestrutura necessária para escoar a produção com o menor custo possível, afirma Dilma
Da Agência Brasil

foto: vgnoticias
A presidenta Dilma Rousseff afirmou nesta quarta-feira (12), durante entrevista às rádios Regional 102,3 e Atitude AM, do Mato Grosso, que o país vai ter a infraestrutura necessária para escoar a produção agrícola com o menor custo possível. Dilma disse estar feliz por ter anunciando nesta terça-feira (11), em Lucas do Rio Verde “um grande feito do agronegócio”, a produção recorde na safra 2013/2014 que deve chegar a 193,6 milhões de toneladas.


“Podem ter certeza que o Brasil vai ter nessa região do centro-sul, tão importante para a balança comercial brasileira, tão importante para o crescimento do país, que é um orgulho do país, vai ter a infraestrutura necessária para escoar essa produção com o menor custo possível e as pessoas vão usufruir também dessa infraestrutura de qualidade”.

Dilma reafirmou que a concessão do trecho da rodovia BR-163 entre Sinop, em Mato Grosso, e o porto de Miritituba, no Pará, será feita ainda em 2014, e que o governo está próximo de concluir a pavimentação total da BR-163, que somente no Pará tem mais de mil quilômetros de extensão.

“Esse sonho de concluir a BR 163 até Santarém é algo importante para o país, para o governo e sobretudo para os produtoeres e as pessoas que moram nos dois estados, Mato Grosso e Pará. Estamos próximos de concluir pavimentação da BR 163. Agora está faltando um trecho pequeno e temos certeza que vamos concluir (…) vamos conceder, além disso, o trecho da BR-163 entre Sinop o Porto de Miritituba para a iniciativa privada”.
≤ ≥ RPI
 

Polícia Militar recupera moto

Na manhã de hoje, por volta das 07h15, a guarnição do sargento Soares, cabos Garcia e Moura apresentaram na Seccional esta moto Crypton que foi encontrada no Vale do Piracanã (Minha Casa Minha Vida) sem placa, provavelmente produto de furto.
≤ ≥ RPI

Suspeito de acender rojão que matou cinegrafista no Rio é preso na Bahia

O manifestante suspeito de acender o rojão que matou o cinegrafista Santiago Ilídio Andrade, 49, foi preso na madrugada desta quarta-feira, em Feira de Santana (119 km de Salvador). Caio Silva de Souza, 23, foi preso por volta das 3h (horário de Brasília) em uma pousada no centro da cidade.
O recepcionista da pousada Hergleidson de Jesus Moreira disse que Souza se hospedou por volta das 16h de ontem (11) com o nome de Vinícius Marcos de Castro. Ele não soube informar se o suspeito apresentou algum documento porque não estava trabalhando no momento do check-in.
Por volta das 22h, recepcionista conta que um homem ligou para a pousada dizendo ser irmão de Souza. Ele disse para o recepcionista que chegaria mais tarde para se hospedar e pediu para falar com o suspeito.
Segundo Moreira, por volta das 3h (horário de Brasília) chegaram a pousada policiais civis, acompanhados do advogado e da namorada do suspeito. Após a mulher e o advogado conversarem com o manifestante, ele deixou o quarto acompanhado por dois policiais civis.
O recepcionista disse que só descobriu que o homem preso era o manifestante foragido do Rio quando entrou na internet para pesquisar.
Jonas Tadeu, advogado do suspeito, disse que o cliente estava indo à casa do avô no Ceará e que não sabia que havia um mandado de prisão expedido contra ele. Depois de conversas por telefone com o advogado, o jovem desistiu da viagem e desembarcou na cidade de Feira de Santana.
"Ele não foi preso, eu entrei no quarto com a namorada dele, conversamos e ele se apresentou à autoridade. Ele não saiu algemado", disse o advogado.
Caio, deixou a Bahia, acompanhado por policiais civis, em um voo comercial rumo ao Rio, por volta das 5h de hoje.

BUSCA

O nome de Souza foi confirmado pelo tatuador Fábio Raposo, 22, que teria entregue o rojão ao jovem. Raposo está preso desde domingo (9) no Complexo de Bangu, zona oeste, acusado de homicídio doloso qualificado –mesma acusação que pesa sobre Souza. O advogado de Raposo tentava obter para seu cliente o benefício da delação premiada, mas não conseguiu.
Para o delegado Maurício Luciano, ao colocar o rojão naquele local, o rapaz tinha intenção de matar. "Foi um homicídio intencional. Não foi um atentado à liberdade de imprensa. Infelizmente, o Santiago estava na linha de tiro. A intenção era ferir ou matar os policiais", disse o delegado.
Na terça-feira, o advogado já havia dito à Folha que o manifestante ia se entregar. Ele afirmou ainda que o manifestante sofre de "descontrole emocional" e ficou assustado ao ver sua foto em um cartaz de procurado.
Dezesseis policiais, agentes do serviço de inteligência e o Disque-Denúncia foram mobilizados na busca por Souza, que teve prisão preventiva decretada na noite de segunda-feira.
Ontem, as buscas começaram às 4h com policiais percorrendo locais onde Souza costuma ir: a casa onde mora com o pai, em Nilópolis (Baixada Fluminense), o hospital onde trabalha e um endereço na região dos Lagos, a pelo menos duas horas dali, que costuma frequentar.
De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, Souza, empregado de uma empresa terceirizada, trabalha em regime de plantão de 12 horas, com 36 horas de folga. No dia em que o cinegrafista foi atingido, ele estava de folga. No dia seguinte deveria trabalhar, mas desde então não aparecia no hospital.
Souza registra passagens pela polícia. Em 2010, ele foi detido na Baixada Fluminense sob a suspeita de portar 33 gramas de cocaína e crack. A droga foi encontrada a dois metros de Souza por policiais militares, após uma perseguição. O inquérito foi arquivado por falta de provas.
O manifestante ainda registrou uma ocorrência na delegacia informando ter sido agredido num protesto.
Divulgação/TV Bandeirantes
O cinegrafista da Rede Bandeirantes Santiago Ilídio Andrade, 49, teve morte cerebral após ser atingido por um rojão em ato no Rio
O cinegrafista da Rede Bandeirantes Santiago Andrade, 49, morreu após ser atingido por um rojão
FILHINHOS DE PAPAI
O prefeito Eduardo Paes disse que os suspeitos da morte são "filhinhos de papai mimados". Ele defendeu a prisão dos indiciados.
"Eles precisam ficar na cadeia por muito tempo. Precisamos é de menos impunidade no Brasil e no Rio. Protesto faz parte, o que não pode acontecer é sair na rua tirando seus recalques, atacando os outros com violência."
Também no Rio, a ministra dos Direitos Humanos, Maria do Rosário, afirmou que os manifestantes que usam a violência nas ruas repetem práticas da ditadura militar.
"Não podemos ser condescendentes com quem acha que pode tudo só pelo fato de ser um manifestante", disse.
Fonte: Folha de S Paulo
≤ ≥ RPI

segunda-feira, 10 de fevereiro de 2014

Tentativa de roubo ou homicídio e perseguição policial em Itaituba

Hoje por volta das 17 horas houve uma tentativa de homicídio ou roubo, praticada por dois elementos armados de revolver. Eles efetuaram três disparos contra Valdecy Dourado, conhecido por Coelho do micro-ônibus, morador da vigésima rua, que  foi atendido no HMI sem ferimentos graves . Depois da ação criminosa os dois roubaram uma moto de um funcionário de uma farmácia, deixando a que usaram para chegar ao local para trás. Um dos homens Joelson dos Santos, 30 anos, que seria de Santarém, foi preso pela guarnição PM do sargento Soares, cabo Garcia e soldado Melo portando um revolver Cal. 38, no bairro da Coca.  Uma grande mobilização foi feita com cinco viaturas para tentar prender o segundo elemento, mas ele não foi encontrado, pois conseguiu adentrar ao matagal próximo ao bairro da PAZ e tomar rumo ignorado. 
 A PM conseguiu prender um dos dois que tentaram o homicídio e apreenderam um revolver e o segundo elemento fugiu também com uma arma 
 
Essa era a moto (Honda Titan CG 125) usada pelos dois acusados ao chegarem na frente da casa da vítima que levou muita sorte e escapou do ataque de dois homens armados que tentaram contra sua vida efetuando disparos de arma de fogo. 
 
Os acusados tomaram essa moto (XTZ) de assalto em uma farmácia na João Pessoa entre a 20ª e 21ª ruas do bairro Bom Remédio
 
≤≥ blog RPI /rota policial de Itaituba