MENU

segunda-feira, 31 de agosto de 2015

O presidiário "Neguinho da banana" foi preso pela Polícia Militar em Itaituba


Darcivaldo da Silva Almeida, o "neguinho da banana" que cumpre pena no presídio de Itaituba, goza do benefício de sair durante o dia do presídio local, voltado apenas no fim da tarde. E como era de se esperar a qualquer momento ele seria pego pela PM praticando novo crime, já que a índole do jovem é péssima.

O Serviço Reservado da Polícia Militar vinha acompanhando os passos do malandro que enquanto gozava da liberdade aproveitava para praticar crime. E como existe uma demanda dentro do presídio por droga e celular, os policiais descobriram que ele estaria levando material ilícito para dentro do presídio e montaram uma operação para pegá-lo em mais um ato delituoso, dentre tantos que ele já praticou desde tenra idade. A operação envolvendo o PM2 começou logo cedo, pois sabiam que ele iria recolher esse material hoje, mas não sabiam o horário. Então o Serviço Reservado acompanhou todos os passos do bandido desde que saiu do CRRI até o momento que ele pegou o produto no residencial Virland Freire por volta do meio dia e meia. Aí uma guarnição do serviço prendeu em flagrante aquele que já está teoricamente preso.


























Foram apreendidas duas balanças de precisão, entorpecente e celulares.
≤≥ Blog RPI

Djacir admitiu aparecer nas filmagens, mas nega crime em Itaituba (PA).

Do G1 Pará

Djacir Ferreira de Sousa estava preso em Goiás por outros assassinatos

Chegou a Belém no final da tarde deste domingo (30), Djacir Ferreira de Sousa, apontado pela polícia como o assassino da procuradora do município de Itaituba, Leda Marta Lucyk dos Santos, 40 anos, da filha dela Hanna Estela, 10 anos, e de uma funcionária da família, Taynara Siqueira. Djacir estava preso no estado de Goiás, onde é suspeito de cometer outros crimes.

O triplo homicídio foi no dia 22 de fevereiro de 2014. Elas foram mortas a facadas dentro de uma loja de propriedade da procuradora, em Itaituba, no sudoeste do Pará. O ex-marido de Leda, o advogado Altair dos Santos, foi apontado pela polícia como o mandante do crime.

"Nós já inquirimos ele lá na cidade de Estrela do Norte (GO) e no momento de sua oitiva ele admitiu ser a pessoa que aparece nas filmagens comprando a faca, adentrando no estabelecimento onde foram assassinadas a doutora Leda, a pequena Hanna e a senhora Tayna. Mas ele nega que tenha cometido esse crime, bem como ele nega conhecer o doutor Altair dos Santos, advogado que se encontra preso", explicou o delegado Silvio Birro.

Djacir estava preso há cerca de 60 dias em Goiás. Ele foi autuado em flagrante por matar a facadas um idoso de 80 anos. De acordo com a polícia, Djacir é suspeito de ter cometido outros três assassinatos em Goiás. No Pará, ele deve permanecer preso.

"Durante a instrução processual ficou provado que o mandante teve conversas com Djacir e por isso ele foi pronunciado. Provavelmente por isso que o Djacir hoje está preso e vai permanecer preso até o final da instrução dele, que está suspensa agora e retomará seu curso normal: vai enfrentar o Tribunal do Júri, onde nós vamos buscar a condenação", afirmou o advogado assistente de acusação, Rodrigo Godinho.

Entenda o caso

Triplo Homicídio Itaituba Ieda Marta Lucick dos Santos Procuradora (Foto: Reprodução/ TV Liberal)A advogada Leda Marques, a filha Hanna Estela e a funcionária da família, Taynara Siqueira, foram mortas a facadas no dia 22 de fevereiro de 2014 em Itaituba, sudoeste do Pará. Os corpos foram encontrados por volta das 20h.

O circuito interno de filmagem do local onde aconteceu o crime registrou o momento em que Djacir entra antes e sai após o crime da loja. A faca usada para matar as três pessoas foi encontrada em uma lixeira distante uns 60 metros do local.

O ex-marido de Leda, Altair dos Santos, foi apontado pela polícia como o mandante do crime. Ele teve a prisão preventiva decretada dois dias após os assassinatos. Ele teria encomendado a morte da esposa e da própria filha por não ter aceitado a separação.

"Há muitos elementos, muitas evidências, todas que conduzem ao único suspeito de ter mandado e tramado matar a Leda, que é o seu ex-marido Altair, que está preso. Evidente que agora com a prisão do Djacir, novas provas técnicas serão produzidas", afirmou Jarbas Vasconcelos, presidente da OAB-PA.

domingo, 30 de agosto de 2015

Cobrança de chamadas no Whatsapp viola Marco Civil da Internet, diz entidade

A Proteste Associação de Consumidores pediu abertura de inquérito contra empresas de telefonia por eventuais bloqueios nos serviços de chamada de voz em aplicativos como WhatsApp e Viber. A representação foi feita junto à 3ª Câmara de Consumidor e Ordem Econômica da Procuradoria-geral da República (PGR) esta semana. Cinco entidades se uniram à Proteste na representação.

“As empresas não têm direito de interferir nos aplicativos de voz. Não se pode bloquear o acesso a um determinado aplicativo. Essa representação é para que o consumidor não seja prejudicado”, explicou a coordenadora institucional da Proteste, Maria Inês Dolci. Segundo ela, as empresas de telefonia já se movimentam contra aplicativos de chamada de voz que não usam a linha telefônica tradicional, e sim conexão à internet.

As entidades de defesa do consumidor alegam que a prática fere o Marco Civil da Internet ao desrespeitar as garantias de neutralidade e prestação adequada do serviço. “Estamos pedindo providências, estamos levando em conta o Marco Civil, que fala que a habilitação do terminal é mediante o endereço IP [identificação de um dispositivo na rede]. Não se pode restringir acesso ao IP”, analisou Maria Inês.

Além da representação junto à PGR, a Proteste criou uma petição online (http://www.proteste.org.br/nao-calem-whatsapp) contra o bloqueio de aplicativos como WhatsApp, Viber e Messenger, vinculado ao Facebook. Segundo Maria Inês, as assinaturas também serão entregues ao Ministério Público Federal.

Procurado pela Agência Brasil, o Sindicato Nacional das Empresas de Telefonia e de Serviço Móvel Celular e Pessoal (Sinditelebrasil) não quis comentar o assunto, assim como as operadoras Claro, Vivo e Oi. A Tim não respondeu até o fechamento da matéria.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) explicou que os chamados serviços “Over The Top”, aplicativos que requerem conexão com a internet, não são regulados por ela. “O presidente da Anatel, João Rezende, esteve na Câmara dos Deputados semana passada e, após audiência pública, explicou aos jornalistas que, numa análise preliminar, os serviços 'Over The Top' não são reguláveis pela agência porque não são, nos termos da lei, serviços de telecomunicações, mas serviços de valor adicionado”, informou, por meio de nota.

Audiência Pública

Na última quarta-feira (26), a Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara dos Deputados aprovou a realização de três audiências públicas para debater a regulamentação e taxação de serviços como WhatsApp, Netflix e GlobosatPlay. Ministério das Comunicações, representantes das empresas de telefonia e entidades de defesa do consumidor serão convidados a contribuir com o debate.

O requerimento foi apresentado pela deputada Eliziane Gama (PPS-MA) após o ministro das Comunicações, Ricardo Berzoini, ter dito em audiência na Câmara que é preciso regular algumas atividades que “atuam à margem da lei, por exemplo, aplicativos que fornecem chamadas de voz sem serem operadoras”.

“É preciso encontrar uma maneira – que não é fácil, porque são serviços que se apoiam na rede mundial de computadores – para regular algumas atividades que atuam à margem da lei, por exemplo, aplicativos que fornecem chamadas de voz sem serem operadoras”, disse o ministro durante audiência pública no dia 19 de agosto.

Para Eliziane, a avaliação de Berzoini é preocupante, pois pode significar a taxação de um serviço pelo qual o consumidor já paga, por meio do pacote de internet contratado com a operadora. “A gente paga por isso, não se transmite mensagem de graça. E isso se aplica pra tudo, não só WhatsApp. A telefonia é muito cara e metade do que se paga é imposto”, disse a deputada à Agência Brasil.
(Agência Brasil)

sábado, 29 de agosto de 2015

Polícia procura padrasto acusado de agressão grave contra criança de 1 ano de idade em itaituba

Na manhã de hoje, 29/08, funcionários do hospital municipal ficaram estarrecidos com a sena que viram. Uma criança de pouco mais de 1 ano com várias lesões pelo corpo, inclusive marcas do que seria a mão do agressor e mordida. Segundo informações a criança apresentava sangramento em função das lesões sofridas. O acusado Everton Queiroz, 22 anos fugiu ao ser avisado pela mãe dele de que poderia ser preso. A polícia Militar fez várias buscas, mas infelizmente até as 23 horas ainda não tinha localizado o acusado. 
Everton não retornou para o trabalho na tarde de hoje no mercadinho localizado no bairro Liberdade onde trabalhava como entregador. Também não foi encontrado na casa da mãe dele no conjunto Minha Casa Minha Vida do Piracanã
≤≥ Blog RPI

Jovem assassino é preso pela Polícia Militar em Itaituba

Durante as buscas aos assassinos do engenheiro do DNPM a polícia acabou prendendo um jovem para o qual havia mandado de prisão preventiva por homicídio. Abaixo a postagem do crime que recai sobre Jean dos Santos Araujo acusado pelas testemunhas de ser um principais envolvidos na morte de Gean Vanderley de Jesus, ocorrido no dia 16 de julho na Quarta rua do bairro Bela Vista, próximo a empresa Oi.

Jean confessou a participação no crime e como já tinha mandado de prisão seria encaminhado à tarde para o presídio local.

Homem é morto a pedradas e facadas na Bela Vista em Itaituba

Na quinta feira, 16/07, foi encontrado o corpo de Gean Vanderley de Jesus, 29 anos, ao lado da telefônica Oi, em um terreno baldio, atrás de um galpão que está ainda em construção. Segundo o irmão a vítima morava ali perto, na 3ª rua, e que ela costumava beber por perto de onde ocorreu o crime. Ainda na noite da quinta feira se conseguiu o nome dos suspeitos que foram vistos no local em uma bebedeira. Já a vítima havia saído de casa por volta das 21 horas. Ainda segundo o parente de Gean existem imagens que mostram os suspeitos lavando as mãos e correndo do local. A polícia civil ouviu uma parente dos suspeitos que informou os nomes e onde moravam. Com as as informações espera-se que esses assassinos covardes sejam presos nos próximos dias.
≤≥ Blog RPI

Homicídio na rua Hugo de Mendonça em Itaituba

Na madrugada de hoje, 29/08, um crime brutal assustou a população de Itaituba. Um engenheiro do DNPM que estava na cidade a serviço foi morto a facadas e terçadadas por ladrões. Era por volta de 01h30min quando ele em companhia de mais dois funcionários retornavam da orla para o hotel do Piauí que fica localizado na rua doutor Hugo de Mendonça, próximo ao banco do Estado, quando faltava em torno de 40 metros do hotel eles foram atacados pelos ladrões. Os dois companheiros de Paulo Roberto Alves, 55, conseguiram fugir , mas ele não. Violentamente ferido ele morreu ali mesmo, sem nenhuma chance de defesa, pois consta nos relatos que eram três agressores armados de faca e facão.
Dois dos três assassinos foram presos em flagrante pela guarnição do sargento Araujo e cabos Claudenes e Eronias.
 Geovane Lisboa da silva, 18 anos de idade
 Paulo Roberto Alves, oriundo do rio grande do Sul, foi vitimado
17 anos-AGR  
≤≥ Blog RPI

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

População brasileira supera os 204 milhões

A população brasileira superou a marca dos 204 milhões de habitantes neste ano. Segundo estimativas do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgadas nesta sexta-feira (28) no Diário Oficial da União, o país tinha em 1° de julho deste ano, 204.450.649 habitantes. No ano passado a população estimada era 202.768.562.
O IBGE também divulgou as populações estimadas das 27 unidades da federação e dos municípios brasileiros. O maior estado do país, São Paulo, tem 44,4 milhões de pessoas. Outros cinco estados têm populações que superam os 10 milhões de habitantes: Minas Gerais (20,87 milhões), Rio de Janeiro (16,55 milhões), Bahia (15,2 milhões), Rio Grande do Sul (11,25 milhões) e Paraná (11,16 milhões).
Três estados têm populações menores do que 1 milhão: Roraima (505,7 mil), Amapá (766,7 mil) e Acre (803,5 mil).
As demais unidades da federação têm as seguintes populações: Pernambuco (9,34 milhões), Ceará (8,9 milhões), Pará (8,17 milhões), Maranhão (6,9 milhões), Santa Catarina (6,82 milhões), Goiás (6,61 milhões), Paraíba (3,97 milhões), Amazonas (3,94 milhões), Espírito Santo (3,93 milhões), Rio Grande do Norte (3,44 milhões), Alagoas (3,34 milhões), Mato Grosso (3,26 milhões), Piauí (3,2 milhões), Distrito Federal (2,91 milhões), Mato Grosso do Sul (2,65 milhões), Sergipe (2,24 milhões), Rondônia (1,77 milhão) e Tocantins (1,51 milhão).
(Agencia Brasil/Jornal do Brasil)

quinta-feira, 27 de agosto de 2015

Projeto ganhando a liberdade do Sistema Penal funciona bem em Itaituba: um preso fugiu

Na manhã de hoje, 29/08,  o fujão ao perceber que o cerco da PM se fechava contra ele, correu para o presídio e se entregou.
O Sistema Prisional do Pará está com um projeto que busca a reintegração do preso na sociedade. Nesse projeto os presos entram em contato a sociedade através de trabalhos realizados em órgãos públicos e, como recompensa, eles tem remissão de pena proporcional aos dias trabalhados. Porém o sugestivo nome do projeto caiu como uma luva para a fuga de Ton Ton, Antonio Glenilson Marinho Castro, um dos sete participantes do projeto de hoje, 27/08, realizado na EETEPA, que empreendeu fuga num momento de descuido dos agentes penitenciários.

≤≥ Blog RPI

quarta-feira, 26 de agosto de 2015

Suspeito do assassinato da advogada Leda, da filha e da empregada está preso em Goiás

Na manhã de hoje, 26/08, foi confirmada a prisão de Djaci, um dos mais procurados assassinos do estado do Pará. Segundo foi divulgado há vários dias ele está preso na cidade de Estrela do Norte-GO por prática de crime naquele estado, porém só hoje foi confirmado se tratar do foragido da justiça do Pará.

≤≥ Blog RPI

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Jovem é assassinado no bairro da Liberdade em Itaituba

Na noite de ontem, quase meia noite, mais um jovem perdeu a vida de forma violenta. Mateus Kalleb Furtado foi esfaqueado e apesar do socorro médico, não resistiu. O fato se deu no bairro da Liberdade. A polícia está à procura do suspeito conhecido pela alcunha de peitão da liberdade.

domingo, 23 de agosto de 2015

Jessé do Piracanã tenta assassinar homem na frente do clube Quarentão em Itaituba

Por muita sorte o jovem Anderson Araujo de Castro, 25 anos, não foi morto pelo já conhecido do meio policial, Jessé de Souza Machado, 22 anos. O agressor tentou matar a vítima com uma faca, chegada a quebra-la em três pedaços. Graças a ajuda de amigos que agiram rápido Anderson se salvou. Com uma lesão no pescoço ele compareceu à delegacia  para fazer a ocorrência. 
≤≥ Blog RPI

Carroceiro é preso sob suspeita de abuso sexual de uma criança especial em Itaituba

Por volta da 20 horas de 22/08, foi preso pela Polícia Militar o senhor Francisco de Assis Moraes de Souza, 41 anos, morador do bairro da Liberdade, acusado de abusar sexual de um garoto de onze anos de idade. Segundo uma tia do garoto ela teria visto o acusado sem roupa na num terreno baldio de onde teria saído a criança ao perceber sua aproximação. Ainda segundo relatos de familiares, o garoto teria afirmado já ter sido abusado por Francisco em outra ocasião. Segundo informado o garoto seria conhecido do acusado em função deste morar em uma casa onde tem também uma criança que tem necessidades especiais.
≤≥ Blog RPI

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Homem tenta matar uma mulher a facada em Itaituba

Neste dia 17/08, por volta das 19:25, na travessa Justo Chermont com Sétima rua do bairro Bela Vista o picoleseiro Elísio Alfredo, 50 anos, furou a senhora Claudiana Rego Silva, 43 anos, que foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros.  Infelizmente a esfaqueada não resistiu ao ferimento na barriga, que foi profundo e mortal, falecendo ainda na madrugada de ontem. O acusado foi apresentado pela guarnição do sargento Oseias, cabo Edilson e soldado Patrocínio. O corpo da vitima está sendo velado na Décima rua, próximo ao campo da Johil.


≤≥ Blog RPI  

segunda-feira, 17 de agosto de 2015

“Fora, Dilma” é força e fraqueza de protestos

Sem renúncia e com impeachment mais distante, protestos não atingem principal objetivo

    foto: El PAÍS
A exemplo do que ocorreu nos protesto de março e abril, os manifestantes deste domingo têm como obstáculo a própria pauta de reivindicações. O governo não tem como atender às reivindicações.
Em linhas gerais, a pauta é contra a corrupção. Mas o que se pede de maneira específica é a saída da presidente Dilma Rousseff, seja por meio de um processo de impeachment ou uma eventual renúncia.
Em entrevista nesta semana ao SBT, a presidente Dilma disse que “jamais” pensou em renunciar e que não adotará tal medida. Portanto, o governo não vai atender à pauta de reivindicações, o que inviabiliza diálogo com os manifestantes.
Nesta semana, o presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), admitiu que o processo de impeachment ficou mais difícil. O governo obteve uma decisão do STF (Supremo Tribunal Federal), que determinou que a votação das contas de 2014 do governo Dilma seja feita pelo Congresso, em uma sessão conjunta da Câmara e do Senado.
Isso tira poder de Cunha, que é atualmente o político que se movimentava com mais audácia para tentar colocar em pauta uma eventual abertura de um processo de impeachment.
Quem tem o poder de convocar o dia e a hora da votação das contas do governo passa a ser só o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), que também preside o Congresso Nacional.
Para diminuir o isolamento político, Dilma se aproximou de Renan nas últimas semanas. O presidente do Senado jogou uma boia de salvação à qual a presidente se agarrou.
Com a aproximação do governo com Renan, houve isolamento político de Cunha e de setores da oposição mais radicais em relação à presidente.
Há 10 dias, os líderes do PSDB na Câmara e no Senado, o deputado Carlos Sampaio (SP) e o senador Cássio Cunha Lima (PB), incentivaram os manifestantes a protestar não pelo impeachment de Dilma, mas pela convocação de novas eleições.
Mas isso dependeria de uma decisão do TSE que cassasse a chapa presidencial de Dilma e Michel Temer. Nesta semana, um pedido de vista do ministro Luiz Fux deixou essa possibilidade mais distante.
Houve, portanto, um isolamento de Cunha e da ala do PSDB mais ligada ao senador Aécio Neves (MG), que trabalham pela saída da presidente.
Ajuda a defesa de Dilma não ter “um Fiat Elba”. Em 1992, no impeachment de Fernando Collor, um veículo foi comprado por um fantasma do esquema de corrupção de PC Farias, que havia sido tesoureiro do então presidente na campanha de 1989. Dilma tem repetido que a Operação Lava Jato não chegará até ela.
Se os investigadores obtiverem alguma prova concreta que atinja a campanha da petista de 2014, isso poderá ser usado para tentar se votar no Congresso a abertura de um processo de impeachment. Mesmo assim, seria preciso estabelecer vínculo com a presidente, o que ela diz que não acontecerá.
A abertura de eventual processo de impeachment tem de começar pela Câmara com o apoio mínimo de 342 deputados, dois terços da Casa. O governo precisaria ter o apoio de um pouco mais de um terço para barrar tal iniciativa. O Palácio do Planalto tem trabalhado para obter o apoio de 200 deputados, a fim de garantir uma margem de segurança mínima.
Em resumo, o governo usa a estratégia do coqueiro que se verga na ventania, expressão usada por Dilma nesta semana. Dilma vai esperar o vento passar, sempre dizendo que vê com normalidade manifestações numa democracia.
Tanto o governo como a oposição avaliam que as manifestações serão menores que os protestos de 15 de março e 12 de abril. Foi menor a movimentação nas redes sociais para convocação.
Até quarta-feira, o governo dizia que os protestos deste domingo estariam em um patamar intermediário entre o de março e o de abril. Ontem, um balanço indicava que seria uma manifestação menor que a de abril. Até a oposição aferiu número parecido, além de institutos privados.
Uma aparente contradição: como aumentou a impopularidade do governo, deveria haver mais gente na rua. Em março o governo tinha uma avaliação menos negativa do que tem hoje. E mais gente foi às ruas do que em abril.
O presidente do Datapopular, Renato Meirelles, afirma que nem todos os insatisfeitos com Dilma desejam a saída dela do poder. Isso ajuda a explicar o número menor de pessoas, apesar do aumento da impopularidade do governo.
É preciso aguardar o fim do dia para saber se vai se confirmar a previsão de menos gente nos protestos. Mas haverá um grande número de pessoas nas ruas, algo que não poderá ser ignorado pelos políticos.
O governo avalia que haverá muita gente em São Paulo e no Rio de Janeiro e aguarda o tamanho dos movimentos em outras capitais.
(Blog do Kennedy)

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Assembleia Legislativa fará sessão especial em Itaituba

A Assembleia Legislativa do Estado estará em Itaituba na próxima quarta feira, 19/08, realizando uma sessão extraordinária na cidade. Certamente é uma forma de aproximação com as cidades do interior, mas precisa trazer boas notícias para essas cidades ou ficará apenas no turismo e encontro dos deputados com seus cabos eleitorais. Nesses tempos de crises fica difícil trazerem boas novas, pois o momento é de contenção de gastos. Também é o momento para mostrar para o Pará,  já que toda a imprensa paraense estará por aqui, a situação de abandono que Itaituba vem passando pela administração municipal quase inexistente. Falar do Hospital regional é falta de novidade, pois essa obra já foi usada em duas eleições pelo governador Jatene. E mais, que não há qualquer político da região que tenha alguma coisa coisa a ver com esse hospital. Fazer alarde dizendo que conseguiu trazer para Itaituba essa sessão, como vem acontecendo, também não pega bem para os políticos daqui sem obras para divulgar.
≤≥ Blog RPI

terça-feira, 11 de agosto de 2015

Violência doméstica: homem é assassinado e mulher é esfaqueada em Itaituba

Na tarde de hoje, por volta das 14h00 a PM foi acionada para atender uma ocorrência de violência doméstica. Ao chegar no local encontraram uma mulher ferida que seria a vítima, que foi socorrida, porém ao encontrar o que seria o acusado, ele já estava morto. Pedro de Sousa Amorim, 62 anos, que teria esfaqueado a mulher, Expedita Francisca Amorim, 57, também havia sido esfaqueado e não resistiu morrendo no local. O fato se deu na 12ª rua do bairro da Floresta. De acordo com vizinhos os dois estavam armados de faca e o marido levou a pior. Mas somente as investigações da polícia civil e perícia do Instituto Renato chaves irão determinar o que realmente aconteceu durante a briga do casal. Segundo as informações apenas uma faca havia sido encontrada, o que deixou dúvida de como aconteceu a morte de Pedro.
≤≥ Blog RPI

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

Por que odiar o PT

A primeira vez que me deparei com uma urna eletrônica foi para votar no Lula. E Lula se elegeu, depois de três tentativas malfadadas. Lágrimas grossas escorriam pelo meu rosto: com a prepotência característica dos 16 anos, tive a certeza de que era o meu voto que tinha feito toda a diferença.

A rua estava cheia de pessoas da minha idade que tinham essa mesma certeza. O Brasil tinha acabado de ganhar uma Copa do Mundo, mas a euforia agora era ainda maior: foi a gente que fez o gol da virada. Parecia que o Brasil tinha jeito, e o jeito era a gente –essa gente que nasceu de 1982 a 1986 e votava agora pela primeira vez.

Acabaram-se os problemas do Brasil –a gente chegou. Lembro das ruas cheias, das bandeiras do PT, lembro de abraçar desconhecidos na Cinelândia –Lula lá, brilha uma estrela.

Logo vi que não era o meu voto que tinha feito o Lula se eleger, nem o dos meus amigos, nem o da minha geração. Quem elegeu o Lula –isso logo ficou claro– foi o José Alencar, os Sarney, o Garotinho, foi aquela Carta aos Brasileiros e a promessa de que o Lulinha era Paz, Amor e Continuidade. Sobretudo continuidade.

Lula só alugou esse apartamento por quatro anos porque assinou um contrato de locação onde prometia entregar o imóvel i-gual-zi-nho. E Lula, por quatro anos, foi um inquilino dos sonhos –tanto é que renovou o contrato e ainda foi fiador da locatária seguinte. Fizeram algumas mudanças –as empregadas passaram a ganhar mais–, mas não fizeram o mais importante: uma desratização. Muito pelo contrário: os ratos de sempre fizeram a festa.

Caros amigos que odeiam o PT: podem ter certeza de que odeio o PT tanto quanto vocês –mas por razões diferentes. Odeio porque ele cumpriu a promessa de continuidade. Odeio porque ele não rompeu com os esquemas que o antecederam. Odeio por causa de Belo Monte e do total descompromisso com qualquer questão ambiental e indígena. Odeio porque nunca os bancos lucraram tanto. Odeio pela liberdade e pelos ministérios que ele deu ao PMDB. Odeio pelos incentivos à indústria automobilística e à indústria bélica. Odeio porque o Brasil hoje exporta armas para Iêmen, Paquistão, Israel e porque as revoltas do Oriente Médio foram sufocadas com armas brasileiras. Odeio porque acabaram de cortar 3/4 das bolsas da Capes.

O PT é indefensável –cavou esse abismo com seus pés. Mas assim como não fomos nós que elegemos Lula, engana-se quem vai às ruas e acha que está tirando  Dilma do poder. Quem está movendo essa ação de despejo são os ratos que o PT não teve coragem de expulsar.

Gregorio Duvivier, colunista da Folha de São Paulo

WhatsApp é 'pirataria pura', diz presidente da Vivo

O presidente da Vivo, Amos Genish, disse em evento que o WhatsApp, aplicativo de troca de mensagens que também permite chamadas telefônicas, é "pirataria pura" e só funciona desta forma no país devido à ausência de regras regulatórias, fiscais e jurídicas.

"Não tenho nada contra o WhatsApp, que é uma ferramenta muito boa, mas precisamos criar regras iguais para o mesmo jogo", defendeu Genish. "O fato de existir uma operadora sem licença no Brasil é um problema."

Genish defende que o aplicativo, na prática, estaria funcionando como uma operadora de telefonia. Empresas como Vivo, Claro, TIM e Oi precisam de licenças e autorizações para prestar serviços no país e são reguladas pela Anatel.

O presidente da Vivo também não poupou outros aplicativos como o iMessenger, da Apple, que oferece serviços semelhantes. "Usam os nossos números [de telefone] para mandar mensagem grátis."

Sobre uma parceria com o WhatsApp, Genish indicou que "nunca vai acontecer". "Espero que outras operadoras acordem para não cooperar com uma empresa que viola as leis brasileiras." A operadora TIM é a única brasileira que tem um acordo com o aplicativo.
(Jornal do Brasil)




sábado, 8 de agosto de 2015

Invasores são retiradores de área próximo ao conjunto Wirland Freire, km 05 em Itaituba

,
No início da manhã de ontem (07h00)  a Polícia Militar cumpriu o mandado de reintegração de posse da área que fica ao lado do residencial MCMV do km 05 (Wirland Freire). Assim como a polícia levou para o ato a sua tropa de choque, também esteve a postos a tropa de choque dos invasores.  Na foto acima se ver um grupo de invasores prontos para resistir ao despejo. Depois de alguns minutos de confronto os invasores perceberam que não estavam diante de uma tropa que tinha ido para voltar sem dar cumprimento a ordem judicial e tiveram de partir em retirada. Outros que esperavam que sua frente de confronto tivesse maior capacidade de resistência, percebendo o fracasso, passaram a implorar para retirar seus pertences, que foi concedido, dentro da medida do possível, já que a demora poderia inviabilizar o processo de derrubadas dos casebres.
Fato que ficou latente para quem acompanhou de perto a situação é a atuação de "profissionais" de invasão, pessoas que estão sempre encabeçando esses movimentos. Uma das mulheres que estavam exigindo um pedaço de chão para construir sua casa é moradora da invasão conhecida por Valmilândia, onde ela possui um bar. Além do atual ponto que ela tem que fica na divisa daquela invasão com o conjunto do Piracanã, ela possui ou já possuiu na mesma área um outro terreno, onde ela durante vários meses usou  como moradia e ponto comercial. Ela também fez parte da invasão também frustrada que fizeram no km 07.



O que devemos pensar quando vice diz que é preciso um líder para 'reunificar' país?

Michel Temer é um homem de fala mansa, comportamento tranquilo, político conhecido por suas articulações silenciosas sempre com bons resultados, frases curtas e objetivas. As declarações dadas na quarta-feira (4/8) pelo vice-presidente da República, Michel Temer, de que “é preciso que alguém tenha capacidade de reunificar, reunir a todos”, é uma frase que é um pingo no “i”.
Não há o que duvidar da afirmação do vice-presidente Michel Temer. O Brasil precisa de um líder que nos permita sair dessa crise política, verdadeira razão da crise econômica.

Não há dúvida do que quis dizer Temer. Estamos navegando em águas turvas, revoltas e sem timoneiro. Que reflexão devemos fazer quando o vice-presidente declara que precisamos de um líder para "reunificar"? O que não está unificado? Quem pode unificar? Não é essa a função do presidente da República? Não são essas as atribuição fundamentais da Presidência da República? 
(Jornal do Brasil)

terça-feira, 4 de agosto de 2015

Envolvido em furtos a lojas no centro comercial é assassinado na Vila Caçula em Itaituba

Por volta das 21h50 desta segunda feira, 03/08. no bairro São José, na vila Caçula, foi baleado Magno Frota, 24 anos, indo a óbito no HMI, ao se atendido na emergência. Conhecido por vir praticando furtos todos os dias na cidade de Itaituba, nos últimos dias ele foi responsável juntamente com outro larápio de nome Samuel por vários furtos. Numa das vezes que ele foi pego pela PM foi reconhecido pela vítima e flagranciado pela prática de furto. Porém hoje a cadeia é só para alguns, pois custa caro manter esses criminosos incorrigíveis enjaulados, fato que é determinante para que o juiz deixe esses bandidos à solta para tirar a tranquilidade do cidadão de bem diminuindo a população carcerária que superlota os estabelecimentos penais em todo o Brasil..
≤≥ Blog RPI

domingo, 2 de agosto de 2015

Morte na Trasamazônica de Funcionário público, dono de bar e ambiente de festas em posto de gasolina em Itaituba

Morte no trânsito na manhã de hoje 02/08, por volta da 08h40


O funcionário da EMATER Sergio Amorim, 32, que também vinha tocando em sociedade com outro funcionário da mesma empresa o bar e ambiente de festas ao vivo com bandas musicais dentro da área do posto Equador, que inclusive ocorre de forma irregular, morreu tragicamente na "curva da morte" na rodovia Transamazônica, km 01, dentro da área urbana de Itaituba. A moto em que ele e um amigo trafegavam bateu numa proteção que fica na calçada da loja Casa Branca e morreu no local. Fato determinante para a morte foi a velocidade e a falta de capacete. Resta saber se o condutor tinha ingerido bebida alcoólica e se dirigia de forma imprudente  e ainda se tinha passado a noite trabalhando no bar.